sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Malaca - Malásia



DIA 26/08/09 – Passamos o dia inteiro no barco......... eu aproveitei para dormir e apenas me levantei na hora do almoço, onde fomos novamente ao Bella Vista... foi o melhor almoço da viagem... em seguida fomos ao 12º andar onde tinham algumas atividades além de música.........

Andamos no barco inteiro, na pista de cooper, na piscina, fizemos fotos e conversamos com algumas pessoas......... nesse dia, tínhamos que dormir cedo, pois na manhã seguinte tínhamos novo tour.

DIA 27/08/09 – Acordamos muito cedo para fazer o nosso tour em terra, para Malacca e Kuala Lumpur, na Malásia........... voltamos a Malásia.... bem, fomos num barco minúsculo e velho, com 90 pessoas a bordo, e este mais pareciam uma folha de papel, ao sabor do vento me leva, vento me trás... balançava mais que folha de coqueiro do litoral do nordeste brasileiro. Em fim chegamos ao porto de Malacca, depois de uma hora de travessia. O Super Star Virgo não atraca em Malacca em virtude do assoreamento que tornou inviável com o  porto de pouca profundidade para navios de grande calado... Lá já tínhamos a guia Doriana e começamos a nossa visita: templo budista, bonito, interessante, sujo e cheio de turistas......
Da época portuguesa dos descobrimentos, ainda existem a Porta de Santiago e a Igreja de São Paulo, quase totalmente em ruínas e ainda algumas lápides dos portugueses que lá viveram...... de holandeses e de ingleses........ muitos visitantes...   mas tudo muito mal conservado......... em seguida fomos ao museu que foi criado em virtude da ascenção de uma nova casta de famílias: os Babas......... homem chinês que se casa com mulher malaia........ o museo tem lindas peças, não se pode fotografar....... mas pode-se obervar a decrepitude pela falta de conservação.

Quanto a cidade, que é cheia de contrastes........... esgotos a céu aberto, prédios históricos, muitos pequeninos restaurantes, uma rua com templos de muitas religiões...

Este era um dos sonhos que Carlos tinha e que finalmente realizou, pois queria ver o que restou da ocupação Portuguesa, vimos a porta de Santiago e a igreja de São Paulo e soubemos que ainda se fala po lá uma mistura de português, o cristang, pois na demografia local existem cerca de 5000 pessoas descendentes dos antgos colonizadores portugueses.

A Língua cristã, português de Malaca, crioulo de Malaca, papiá kristáng ou simplesmente papiá, é uma língua crioula de base portuguesa com estrutura gramatical próxima do malaio, falado na Malásia e em Singapura pelos descendentes dos descobridores portugueses e suas famílias miscigenizadas.
Papiá é a pronúncia crioula de papear, i.e., falar, conversar, dizer.
Kristáng é a pronúncia de "cristão", posto que a maioria dos falantes do citado crioulo seguiam a religião cristã, oficial em Portugal e seus domínios coloniais ultramarinos.

Poema de Malacca

Keng teng fortuna ficah na Malaka,
Nang kereh partih bai otru tera.
Pra ki tudu jenti teng amizadi,
Kontu partih logo ficah saudadi.
Ó Malaka, tera di San Francisku,
Nten otru tera ki yo kereh.
Ó Malaka undi teng sempri fresku,
Yo kereh ficah atih moreh.

Tradução em português:
Quem tem fortuna fica em Malaca,
Não quer partir para outra terra.
Por aqui toda a gente tem amizade,
Quando partir logo fica a saudade.
Ó Malaca, terra de São Francisco,
Não há outra terra que eu quero.
Ó Malaca, onde tem sempre ar fresco,
Eu quero ficar até morrer.

Expressões Comuns

    Mutu merseh (port. Muito obrigado)
    Teng bong? (port. Estás bom?)
    Bong pamiang (port. Boa dia)
    Bong atadi (port. Boa tarde)
    Bong anuti (port. Boa noite)
    yo (port. eu)
    bos (port. vós)
    bolotudu (port. vós todos, vocês todos)
    mai (port. mãe)
    pai (port. pai)
    muleh (port. mulher)
    maridu (port. marido)
    bela (port. velha)
    belu (port. velho)
    Quenino ou Kenino (Port. Pequenino)
    godru (port. gordo)
    Bonitu (port. bonito)
    festa (port. festa)
    ungua, dos, tres, kuatu, singku, sez, seti, oitu, novi, des (port. um, dois, três, quatro, cinco, seis, sete, oito, nove, dez)

Em seguida fomos ao Equatorial Hotel que, diga-se de passagem, é muito bom e é da mesma cadeia de Hoteis de Shangai, na China, onde também já estivemos hospedados.. O almoço foi muito bom, cozinha internacional e grande variedade de pratos, desde frutos do mar, verduras, legumes, carnes variadas e peixes em geral....

2 comentários:

Grace Olsson disse...

Francy, que itneressante, nao é mesmo?Olha, vou mudar seu link.

Achei os versos possiveis de se entender.
bjs e dias felizes

maria celia disse...

Francy, somente hoje tive de volta a internet e consegui abrir este e-mail. Amei! É uma verdadeira reportagem, e muito bem escrita, por sinal.Causou-me admiração a quantidade e variedade de informações q vc acumulou em tão pouco tempo.Vou repassar para nossos amigos sudenianos. Abrçs para vcs dois.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...