quarta-feira, 31 de outubro de 2012

LINDAS ARVORES.............



Enfeitam a Avenida da República em Olhão - Portugal...........

domingo, 28 de outubro de 2012

UM DIA EM HUELVA - ESPANHA

Catedral de Huelva


Huelva é uma linda cidade da Espanha, distante 110 quilômetros daqui de Olhão. Tem uma populaçãode quase 150milhabitantes.
 

Huelva está localizada na denominada «Tierra llana», na confluência dos rios Tinto e Odiel. É capital da provincia desde 1833 e cidade desde 1876.

A cidade tem sido ponto de encontro de diferentes culturas e civilizações. Em foram encontrados restos de civilizações antigasque datam entre 3000 e 2500 a.C.

A descoberta de dois depósitos cilíndricos com cerca de trinta peças de deidades pré-históricas, a maior conhecida até ao momento, situaria na capital onubense «o povoamento continuado mais antigo da Peninsula Ibérica. Entretanto os historiadores assinalam oano 1000 a.C. como a fundação do núcleo urbano por parte dos fenícios, com o nome  de Onoba.

No século XIX o  processo de industrialização e crescimento na cidade  assume um importante crescimento populacional e industrial. E, desde o século XX a cidade está também ligada economicamente à indústria química: conta com um amplo polo industrial com indústrias químicas, refinaria de petróleo, metalurgia de cobre, celulose e centrais térmicas, que terão favorecido o desenvolvimento económico da cidade mas também deterioraram o meio ambiente. O setor terciário e o setor pesqueiro são também consideravelmente importantes em Huelva. Pela sua localização perto do Golfo de Cádis, tem uma importante frota pesqueira e uma das maiores frotas congeladoras da Espanha.

Ao ser capital de província acolhe os principais serviços públicos da zona tanto provinciais e autonómicos como estatais. Pela sua vinculação à descoberta da América também tem um importante sentimento americanista, com ligações periódicas com entidades ibero-americanas.
Fonte:  WIKIPEDIA.
Homenagem a Cristovão Colombo...

Gran Teatro Huelva...




Huelva é uma cidade muito desenvolvida, com grande avenidas, Universidades, Teatros, e, os mais conhecidos artistas naturais ou residentes em Huelva são:  o poeta laureado com o Nobel da Literatura Juan Ramón Jiménez, o escultor Antonio León Ortega, o escritor Nicolas Tenorio Cerero e o pintor Daniel Vázquez Díaz.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

FRANKFURT - RELATOS DE VIAGEM - 2011....JUNHO



Apenas 4 horas no ICE, um Trem de alta velocidade que alguns chamam de “Trem Bala”.


Ir de trem ou de avião é o mesmo preço, com o desconforto de pegar três transportes para chegar ao Aeroporto Schiphol, em Amsterdam....

Tudo pronto, deixamos nosso meio de transporte particular no estacionamento da Estação “DE VINK”, em VOORSCHOTEN, uma cidade bem bonitinha perto de nós aqui em LEIDEN....lá ficou o nosso tremendão preto, uma semana à nossa espera.

SPRINTER é um lindo trem regional que nos levou à Estação CENTRAL LEIDEN, de lá outro SPRINTER para a ESTAÇÃO CENTRAL AMSTERDAM... aguardamos 40 minutos e nos acomodamos no ICE (colocar foto)....

Como dormimos quase o trajeto inteiro, quando demos fé já estávamos no Aeroporto de Frankfurt(muito bonita e limpissima) e 15 minutos depois estávamos na Estação Central de Frankfurt........ aí, então, porém, fomos procurar o endereço do IBIS HOTEL, como sempre as informações são bem esquisitas, mas pergunta daqui, pergunta dali e bem perto da Estação estava a SPIECHERSTRASSE 4 – HESSEN. Fizemos o chek – in e lá fomos nos instalar e procurar o nosso amigo LINO que havia chegado do RECIFE, no vôo da CONDOR, aliás essa Companhia Alemã faz  RECIFE/FRANKFURT/RECIFE todos os dias e não é vôo Charter, é uma linha super nova que começo em maio/2011.

O IBIS HOTEL, como todos da cadeia Francesa IBIS, são exatamente iguais em tudo, da louça do café às acomodações e a falta de toalhas de mão. Aliás nesse quesito eles precisam mudar, as toalhas estão muito “gastas” e se o hospede não reclamar eles nem mudam as toalhas e se o hóspede fica por uma semana, não mudam também os lençois. Sobre isto eu não me preocupo, pois na minha casa eu não troco todos os dias, apenas uma vez por semana, mas as toalhas de banho, troco a cada dois dias. Exemplificando sem necessidade: quando está frio, mesmo com a calefação, ficam com cheiro de “mofo” e quando está quente, não temos onde estender. CADÊ A ÁREA DE SERVIÇO? Não tem e eu não vou estender na varanda, como vejo muitos fazerem.

Começamos de volta a ESTAÇÃO CENTRAL á procura de informações. Com todos os papeis em mãos, aja a andar........... 
ROMERBERG  - Quando entramos no Centro Histórico, do lado esquerdo, vemos casas magnificas com vigas de madeira aparente, reconstruídas em 1986, exatamente como eram antes.  Do lado direito, vemos a Câmara Municipal (Prefeitura), uma antiga casa com três frentes, desde 1405. Até hoje residencia oficial do Prefeito.
Igreja de São Nicolau – Construída no final do século XIII, como capela real. A partir do século XIV, a galeria superior era o local onde a Assembléia da cidade assitia a comemorações.
Pausa para comer, que ninguem é de ferro. Estávamos muitissimo cansados e com os pés doendo de tanto andar. Decidimos que logo em seguida comprariamos cartão de transporte, assim andariamos pouco e venceriamos as distancias com mais facilidade. Ficamos no Restaurant Schwarzer Stern que fica no Romerberg (colocar foto)

Schirn Kunsthalle - Logo atrás do Centro Histórico um edifício muito bonito,  próprio para exposições. Foi construído em 1986 em estilo bem moderno....
Jardim Arqueológico – Ruínas de um campo militar romano com termas e do palácio real carolíngio.
Catedral Imperial -   Dedicada a São Bartolomeu, local onde se escolhiam  os reis do Santo Império Romano, em 1356. Entre os séculos XVI e XVIII, recebeu dez coroações de Imperadores.
Na praça que circunda essa Catedral Imperial tem também muitos cafés, bares, etc e embaixo um conjunto de toaletes públicas, pagando 0,50 centavos do euro e é muitissimo limpa. As paredes são de vidro fosso e pastilhas de vidros.
Igreja de São Paulo – Consagrada em 1833 e em 1848 acolheu a primeira Assembléia Nacional, em que se baseia a Lei Fundamental da Alemanha. Incrível, quando entrei pensei que ainda era uma Igreja, mas esta se parece com a Igreja de São Pedro ou como é conhecida aqui em Leiden, PIETERS KERK. Só serve para exposições e eventos nada religiosos...
Mosteiro das Carmelitas – A primeira construção é do século XIII, atualmente acolhe o Museu Arqueológico e o Museu de Arte Sacra. Afrescos do início do séculoXVI, de Jorg Ratgeb, no claustro e refeitório.   Estava fechado, passada da hora de visitação.
Casa de Goethe – Casa onde nasceu Johann Wolfgang von Goethe, em agosto de 1749 e onde viveu toda a sua juventude, lá ele escreveu “A paixão do jovem Werther” e “Fausto”.
Apesar da chuva continuar, levamos capas e sombrias, fizemos claro uma pausa para o jantar – E escolhemos uma taberna super enfeitada de nome: BRAUSTUB´R HAUS WERTHEYM e que existe desde 1479.
Colocar foto....

23 DE OUTUBRO

Ontem foi o meu aniversário e  recebi muitas felicitações. Fiquei muito feliz, pois tenho amigos de fé...
Aqui vai o meu agradecimento a todos:

bs,
Francy 

terça-feira, 23 de outubro de 2012

FEIRA DE SANTA IRIA - FARO, PORTUGAL...













Começou, em Faro no dia 19 e vai até o dia 28 deste mês de outubro, a Feira de Santa Iria que, mais uma vez, se realiza no Parque de São Francisco. É uma das mais antigas e tradicionais feiras da região, que se realiza há já vários séculos. Embora o ano da sua origem não seja muito preciso existem manuscritos que reportam a sua origem ao ano de 1596, como feira franca.

Atualmente é organizada pela AmbiFaro em parceria com a Câmara Municipal. A feira traz muita vida à cidade mas causa também alguns transtornos para o quotidiano, como é o caso do estacionamento, considerando que se realiza no parque de São Francisco.

Conscientes das dificuldades que esta situação causa, entendeu a organização, com a colaboração do Município, reservar o parque de estacionamento da Pontinha na sua totalidade (3 pisos), durante os dias úteis no período de 17 a 29 de outubro inclusive, para ser utilizado gratuitamente por todos aqueles que dele possam necessitar.
Fonte: Google.

domingo, 21 de outubro de 2012

A MAIOR LAVANDERIADO PLANETA....


 
A MAIOR LAVANDERIA DE DINHEIRO DO MUNDO AMEAÇA FALIR!


A Suíça estremece.
Zurique alarma-se.
Os belos bancos, elegantes, silenciosos de Basileia e Berna estão ofegantes.
Poderia dizer-se que eles estão assistindo na penumbra a uma morte ou estão velando um moribundo.
Esse moribundo, que talvez acabe mesmo morrendo, é o segredo bancário suíço.
O ataque veio dos Estados Unidos, em acordo com o presidente Obama.
O primeiro tiro de advertência foi dado na quarta-feira.
A UBS - União de Bancos Suíços, gigantesca instituição bancária suíça viu-se obrigada a fornecer os nomes de 250 clientes americanos por ela ajudados para defraudar o fisco.
O banco protestou, mas os americanos ameaçaram retirar a sua licença nos Estados Unidos.
Os suíços, então, passaram os nomes.
E a vida bancária foi retomada tranquilamente.
Mas, no fim da semana, o ataque foi retomado.
Desta vez os americanos golpearam forte, exigindo que a UBS forneça o nome dos seus 52.000 clientes titulares de contas ilegais!
O banco protestou.
A Suíça está temerosa.
O partido de extrema-direita, UDC (União Democrática do Centro), que detém um terço das cadeiras no Parlamento Federal, propõe que o segredo bancário seja inscrito e ancorado pela Constituição federal.
Mas como resistir?
A União de Bancos Suíços não pode perder sua licença nos EUA, pois é nesse país que aufere um terço dos seus benefícios.
Um dos pilares da Suíça está sendo sacudido.
O segredo bancário suíço não é coisa recente.
Esse dogma foi proclamado por uma lei de 1934, embora já existisse desde 1714.
No início do século 19, o escritor francês Chateaubriand escreveu que neutros nas grandes revoluções nos Estados que os rodeavam, os suíços enriqueceram à custa da desgraça alheia e fundaram os bancos em cima das calamidades humanas.
Acabar com o segredo bancário será uma catástrofe económica.
Para Hans Rudolf Merz, presidente da Confederação Helvética, uma falência da União de Bancos Suíços custaria 300 biliões de francos suíços ou 201 milhões de dólares.
E não se trata apenas do UBS.
Toda a rede bancária do país funciona da mesma maneira.
O historiador suíço Jean Ziegler, que há mais de 30 anos denuncia a imoralidade helvética, estima que os banqueiros do país, amparados no segredo bancário, fazem frutificar três triliões de dólares de fortunas privadas estrangeiras, sendo que os activos estrangeiros chamados institucionais, como os fundos de pensão, são nitidamente minoritários.
Ziegler acrescenta ainda que se calcula em 27% a parte da Suíça no conjunto dos mercados financeiros offshore" do mundo, bem à frente de Luxemburgo, Caribe ou o extremo Oriente.
Na Suíça, um pequeno país de 8 milhões de habitantes, 107 mil pessoas trabalham em bancos.
O manejo do dinheiro na Suíça, diz Ziegler, reveste-se de um carácter sacramental.
Guardar, recolher, contar, especular e ocultar o dinheiro, são todos actos que se revestem de uma majestade ontológica, que nenhuma palavra deve macular e realizam-se em silêncio e recolhimento...
Onde param as fortunas recolhidas pela Alemanha Nazi?
Onde estão as fortunas colossais de ditadores como Mobutu do Zaire, Eduardo dos Santos de Angola, dos Barões da droga Colombiana, Papa-Doc do Haiti, de Mugabe do Zimbabwe e da Máfia Russa?
Quantos actuais e ex-governantes, presidentes, ministros, reis e outros instalados no poder, até em cargos mais discretos como Presidentes de Municípios têm chorudas contas na Suíça?
Quantas ficam eternamente esquecidas na Suíça, congeladas, e quando os titulares das contas morrem ou caem da cadeira do poder, estas tornam-se impossíveis de alcançar pelos legítimos herdeiros ou pelos países que indevidamente espoliaram?
Porquê após a morte de Mobutu, os seus filhos nunca conseguiram entrar na Suíça?
Tudo lá ficou para sempre e em segredo...
Agora surge um outro perigo, depois do duro golpe dos americanos.
Na mini cúpula europeia que se realizou em Berlim, (em preparação ao encontro do G-20 em Londres), França, Alemanha e Inglaterra (o que foi inesperado)  chegaram a um acordo no sentido de sancionar os paraísos fiscais.
"Precisamos de uma lista daqueles que recusam a cooperação internacional", vociferou a chanceler Angela Merkel.
No domingo, o encarregado do departamento do Tesouro britânico Alistair Darling, apelou aos suíços para se ajustarem às leis fiscais e bancárias europeias.
Vale observar, contudo, que a Suíça não foi convidada para participar do G-20 de Londres, quando serão debatidas as sanções a serem adoptadas contra os paraísos fiscais.
Há muito tempo se deseja o fim do segredo bancário. Mas até agora, em razão da prosperidade económica mundial, todas as tentativas eram abortadas.
Hoje, estamos em crise.
Viva a crise!!!
É preciso acrescentar que os Estados Unidos têm muitos defeitos, mas a fraude fiscal sempre foi considerada um dos crimes mais graves no país.
Nos anos 30, os americanos conseguiram caçar Al Capone.
Sob que pretexto?
Fraude fiscal !!!

Para muito breve, a queda do império financeiro suíço!»






terça-feira, 16 de outubro de 2012

O Espião Improvável - Daniel Silva

O Espião Improvável - Daniel Silva

"Em tempos de guerra", escreveu Winston Churchill, "a verdade é tão preciosa que deveria ser sempre acompanhada por um séquito de mentiras." No caso das operações de contrainteligência britânicas, isto implicava encontrar um agente o mais improvável possível: um professor de História chamado Alfred Vicary, escolhido pessoalmente por Churchill para revelar um traidor extremamente perigoso, mas desconhecido. Contudo, os nazistas também escolheram um agente improvável: Catherine Blake, a bela viúva de um herói de guerra, voluntária num hospital e espiã nazista sob as ordens diretas de Hitler para desvendar os planos dos Aliados para o dia D...

O Espião Improvável - Daniel Silva
Acabo de ler esse romance que me prendeu a atenção docomeço ao fim....

Fonte: Google.

sábado, 13 de outubro de 2012

UMA CENA.........

Se alguem souber quem é o autor dessa obra maravilhosa, por favor, diga....

ALBERTO CUNHA MELO




                             “Com seus pássaros / ou a lembrança de seus pássaros, / com seus filhos / ou a lembrança de seus filhos, / com seu povo / ou a lembrança de seu povo, / todos emigram.”

                                                                                 Alberto Cunha Melo
Poeta Pernambucano
                     
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...